logo inteligencia artificial.jpg





Redes Neurais
   cerebro%20neuralRedes Neurais é um sistema baseado nas redes dos neurônios do cérebro humano. É usada para fazer programações de computadores e é a responsável por providenciar a “inteligencia” das máquinas. Consiste num sistema imita que o funcionamento do neurônio no sentido de reagir a um estímulo (que é chamado de entrada) e que, com os conhecimentos que já estão em sua programação, chegam à resposta desejada.

    Cada “neurônio” desse sistema tem numero superior a duas entradas para receber a informação, um corpo para processar a informação, sendo que, nessa fase do processamento, esses neurônios mudam de programação de acordo com as informações de entrada e saída e ainda têm duas saídas, que são as respostas, podendo apontar para um “sim “ ou um “não”. Assim como o funcionamento do corpo humano, quantos mais células dessas estiverem trabalhando, mais rápidos o processamento de informações acontecerá. Esse conjunto de “nós” ( nome dado a cada célula processadora dessa rede) que formam a rede neural.

    Esse sistema apresenta a vantagem de poder obter conhecimento por meio de ceder informações como a “entrada” e informar também qual deve ser a resposta, que é a saída. Apesar disso, o estudo sobre esses sistemas ficou por muito abandonado. A maioria dos pesquisadores avaliou que essa forma de processamento não era viável, e passaram á pesquisar e explorar o processamento lógico das informações. Isso também aconteceu porque vários artigos que vislumbravam máquinas com o mesmo poder do cérebro logo no inicio das pesquisas, isso tirou muita credibilidade da área, que foi praticamente abandonada nos anos 70.

    As pesquisas voltaram ser feitas com intensidade nos anos 80 com a prova que a ligação por símbolos falhavam em chegar ao fim, numa resposta de saída satisfatória. Além disso, a tecnologia veio avançando em níveis que não se esperava, isso fez com a ideia das redes neurais voltassem a  ganhar força no cenário científico.

    Antes disso, na década de 40, von Neumann publicaria “The General and Logical Theory of Automata” que foi uma importante obra para iniciar a ideia de redes neurais. O primeiro computador a usar essa tecnologia foi o “Snark”, construído por Mavin Minsky em 1951.  Já  em 82, Irra Skurnick, que era administrador de programas da Defense Advanced Research Projects Agency ( DARPA), fundou pesquisas nessa área. Essa ação foi determinante para o andamento da tecnologia das redes neurais. São Francisco sediou, em 87, a primeira conferência de redes neurais, a IEEE International Conference on Neural Networks. Isso acabou acarretando na criação da  INNS (Internetional Neural Networks Society) e da IEEE Transactions on Neural Networks no ano de 1990.

    As Redes Neurais têm a vantagem de poder “aprender”, errar e aprender com os erros, assim como o cérebro humano. Além disso, essas redes são capazes de ter  uma tolerância à falhas maior que o convencional e dar resposta a novos dispositivos eletrônicos em tempo real.